Atentado em Munique. Eu estava lá (em Munique)

25 jul

Centro de Munique - Frauenkirche
Sobre o atentado em Munique… (Resumão no final, se quiser pula pra lá)
Não sei como estão as informações aí no Brasil, por isso vou explicar as coisas aqui e contar um pouco do que aconteceu com a gente também.
Bom, nós não moramos em Munique e sim a 30 km de Munique. As cidadezinhas mais próximas da gente é Erding e Markt Schwaben.
Nós recebemos visita de amigas lá de Jena e havíamos marcado com amigos em comum que moram lá em Munique de fazermos churrasco as 19:30 num parque, mas primeiro iríamos encontrar uma amiga que trabalha no bairro Schwabing. Saímos de casa às 17 e pouco e chegando em Munique Mario parou o carro para abastecer. Quando ele voltou ele já chegou falando: Teve atentado em Munique.
Eu tenho mania de negar tragédias. Eu ri e falei: Ah Mario, para com isso, com isso não se brinca!
“É sério, teve sim!”
Como? Quando?… Continuar lendo

Novo blog

6 out

Gente, eu tenho tido dificuldades em manter esse blog atualizado e em responder tantos e-mails e comentários a respeito da vida e do dia a dia na Alemanha. Por isso resolvi pausar. Eu agora sou mamãe de um lindo bebê e como não pode ser diferente, estou mergulhada nesse universo da maternidade. Eu poderia fazer vários posts aqui sobre a maternidade na Alemanha, mas isso sairia do foco desse blog, que foi criado para trazer informações gerais e não ser tanto um blog pessoal. Mas, quem quiser continuar acompanhando o que eu escrevo, fique a vontada para visitar meu novo blog: http://www.vemcamilla.wordpress.com

A princípio eu tenho postado mais sobre minha gravidez, pretendo postar coisas sobre maternidade em geral, mas esse não é o foco do meu novo blog, é apenas um blog pessoal sem assunto definido.

Obrigada a todos que me acompanharam aqui, não é uma despedida definitiva, apenas um até logo. Com certeza vocês vão encontrar muitos blogs legais com assuntos sobre a Alemanha pela net, conheço muitas blogueiras que estão sempre postando coisas bem legais!

Minhas dicas:

Na Alemanha tem: http://www.na-alemanha-tem.com/

Facebook: https://www.facebook.com/na.Alemanha.tem

Backpacking alone: https://backpackingalone.wordpress.com/author/backpackingalone/

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCqZriPiNZhUtNQxzxdfVdsQ

Facebook: https://www.facebook.com/backpackingalone

Esses são meus blogs prediletos com assuntos relacionados a Alemanha, Espero que vocês gostem!

Até um próximo Post

Terrorismo na Europa

20 jan
Momentos após o ataque ao Charlie Hebdo

Foto: Thierry Caro

Antes de começar a discursar sobre os efeitos do ataque terrorista à revista semanal satírica francesa Charlie Hebdo é interessante primeiro tentar entender o que é terrorismo e como seus ataques são, mais que atos violentos, uma maneira de passar uma mensagem.

Terrorismo: Um conceito político

Erra quem associa o terrorismo  automaticamente com fanatismo religioso islâmico. Terrorismo é um conceito político, usado pela primeira vez para descrever o sistema de regime de terror durante a década de 1790, após a Revolução Francesa. Alí nascia o terrorismo de Estado que se caracterizava no fortalecimento do poder do novo governo através da repressão dos grupos contra-revolucionários. Sim, as cabeças rolavam soltas nas guilhotinas francesas. Estima-se que cerca de 40 mil pessoas foram guilhotinadas no regime de Robespierre e seu grupo, inclusive os próprios ao fim do seu regime. Continuar lendo

Dica de cinema – Oh Boy

28 nov

ohboyO cinema alemão tem se mostrado bem eclético. Entre obras de Til Schweiger e Matthias Schweighöffer, campeãs de bilheteria – seguem geralmente o gênero comédia romântica americano, onde os dois (Pasmem!) são sempre os gostosões da história nos seus filmes e pegam geral – há ainda espaço para filmes feitos para degustadores da mais fina obra visual, nós cinéfilos do cinema que foge das massas -o que é uma pena pois esses filmes mereciam ser campeões de bilheteria.

O filme que eu quero indicar para vocês é o “Oh Boy“. Uma comédia dramática com uma história simples, corriqueira: Um estudante de direito, Niko Fischer, que vai estudar em Berlim e acaba se perdendo no meio da metrópole. Abandona os estudos e se arrasta pela vida. Algo comum de se ver entre estudantes que vão para Berlim, uma cidade que oferece tantas possibilidades culturais e de lazer.

Você pode se perguntar: Por que ver um filme com uma história tão sem conteúdo?

Continuar lendo

Receita para o inverno – Apfelstrudel, strudel de maçã

10 jul

Sabe quando bate aquele friozinho e dá aquela vontade de comer um doce quentinho? Pois é, pensando no inverno daí resolvi traduzir para vocês uma típica receita de inverno aqui da Alemanha> Apfelstrudel, ou Strudel de Maçã.

350 g de massa folhada
500 g de maçãs de tipo mais azeda
55 g de açúcar e 1 colher de sopa extra
100 g de uvas passas
1 Pct. de açúcar de baunilha
1/2 colher cha de canela
35 g de nozes raladas (nao muito finas)
1/2 Limao (casca e suco)
55 g de farinha de rosca
35 g de manteiga
1 Ovo batido

Preparo:

Descasque as maçãs, parte-as no meio e tire as sementes. Corte a maçã em fatias e misture com 55g de açucar, açúcar de baunilha, nozes raladas, suco e casca de limão e as uvas passas. Derreta a manteiga, jogue a farinha de rosca, a canela, e a uma colher de chá de açúcar, mexa até a farinha de rosca ficar dourada. Misture a metade disso com as maçãs.

Preaqueça o forno em 200ºC. Passe o restante da mistura de farinha de rosca no meio de um terço da massa folhada. Espalhe bem o recheio e enrole a massa, nao muito apertada.  O lado da emenda você coloca para baixo. Pincele a massa com ovo. Faça cortes paralelos (regulares) na superfície da massa com uma faca bem afiada.

Deixe assar por 50 minutos até ficar dourado. Dependendo do forno pode ficar pronto antes, então cuidado na primeira vez que fizer.

Eu peguei a receita desse site em alemao:

http://www.chefkoch.de/rezepte/1307341235635896/Apfelstrudel-la-Marquise.html

Depois que testarem, contem o resultado🙂

Apfelstrudel

PS: Um acompanhante comum do Apfelstrudel na Alemaha é um caldo de baunilha. Fica uma delícia!

Prostituição e tráfico de pessoas na Alemanha

31 maio

Spiegel

Eu sei que acabou de passar uma novela no Brasil falando sobre tráfico humano (e que detonaram a novela). Tentando olhar pelo lado positivo, é uma iniciativa louvável tentar alertar a população sobre esse problema real. Olhando pelo lado negativo a novela pecou na trama e o assunto acabou sendo recebido como chato por muita gente. Mas é um assunto sério que exige mais e mais mídia. Por isso vou postar hoje sobre matérias de jornais e revistas daqui na Alemanha que falam sobre o tema prostituição o e sobre sua associação direta com o tráfico humano.

Vou me concentrar mais na matéria da revista Spiegel que foi muito bem detalhada. A capa da revista Spiegel dessa semana discorre sobre a ineficiência das autoridades alemãs no controle da prostituição no país. Em 1º de janeiro de 2002 entrou em vigor uma lei que legalizava a prostituição na Alemanha. A ideia era que dessa forma o controle do setor do sexo se daria de maneira mais eficaz. Infelizmente passado pouco mais de uma década o que se ver é que pouco mudou. A revista faz uma comparação que para abrir uma lanchonete móvel é necessário requerir um standard DIN 10500/1. Com um bordel, quem o abrir deve apenas informar as autoridades que o fez. Não é necessário mais nada.  A revista questiona se as leis a cerca da prostituição no fim das contas não ajudem os traficantes.

Na materia, a revista entrevista ex-vítimas de tráfico humano. Uma delas por exemplo conta como chegou na Alemanha, e que no mesmo dia já teve que atender a clientes. Quando a policia batia no bordel ela ja tinha o texto decorado. Se a polícia as deportasse era tinha que retornar ao bordel por conta própria. Ela trabalava num bordel onde os clientes pagavam 100 euros e podiam ficar o tempo que quisessem com as prostitutas, um sistema de flat-rate.

A revista Spiegel ainda é irônica ao falar dos dados oficiais do governo alemão a respeito do tráfico humano. De acordo com a polícia federal a Alemanha não tem um problema com tráfico humano. Apenas 636 casos foram reportados, um terco a menos que dez anos antes. Dessas casos, 13 consistiam em menos de 14 anos e 77 eram menores de 18. Outra questão interessante no artigo diz respeito as leis contra prostituição na Suécia. Desde 1999 é ilegal comprar servicos sexuais lá. Dessa forma se pune não as prostitutas e sim os clientes. Apesar do governo sueco ter sido duramente criticado por sua postura “conservadora”, o resultado dessa política se mostrou positivo. Antes um em cada 8 homens já haviam se encontrado com prostitutas. O número caiu para 1 em cada 12 homens. E se v’e uma tendencia de envergonhamento por parte daqueles que ja foram clientes. A prostituição na Suécia é ainda uma realidade, mas o número de ruas “especializadas” em prostituição caiu pela metade e o número total de prostitutas estimado caiu de 2500 para de 1000 a 1500.

Na Alemanha a legalização da prostituição é bem aceita entre a maioria da população, segundo a revista, ou pelo menos tolerada. Enquanto a Suécia ve a prostituição como uma forma de exploração da mulher, na Alemanha os que ousam em mostrar uma opinião contrária são acusados de moralistas e puritanos. Apesar da prostituição estar associada a diferentes setores do crime (alem de tráfico humano, tráfico de drogas etc.), segundo a professora de direito da Universidade da Universidade cooperativa do estado de Baden-Württemberg, Rahel Gugel, o governo não tem interesse em dar uma devida atenção ao tema.

A matéria da revista foi criticada por prostitutas e grupos a favor da prostituição. Uma das entrevistadas da revista inclusive acusa que eles usaram o que ela falou para fundamentar seus argumentos. A matéria foi porém originada após resultados de estudos de pesquisadores que afirmam que a legalização falhou no seu objetivo. Não apenas a revista Spiegel como outros jornais e revistas online também dedicaram espaco para matérias a respeito.

Fontes:

Spiegel Online em inglês. A versão alemã foi apenas impressa.

Augsburger-Allgemeine: A história de uma garota que era obrigada a se prostituir 10 horas por dia.

Der Westen: Explode o número de prostitutas da Europa oriental em Bochum.

Presserelations: Partido verde exige mais proteção legal à prostitutas.

Brigitte: 10 fatos sobre a prostituição na Alemanha

Hundertwasser: arquitetura do faz-de-conta na Alemanha

15 mar
Waldspirale, Darmstadt

Waldspirale, Darmstadt

Quando se fala em arquitetura a referência para nós brasileiros é Oscar Niemeyer, que infelizmente nos abandonou no fim do ano passado. Mas se a gente der uma olhada pelo mundo a gente encontra também muitos outros grandes arquitetos que são autores de obras incríveis. Eu vou falar hoje do austríaco de Viena Hundertwasser.

Como eu não quero transformar esse post em um artigo à la Wikipedia, eis aqui links da própria Wikipedia para vocês conferirem sobre o Hundertwasser:

Em inglês

Em alemão

Em Espanhol

Em portugues (nem perca se tempo, la nao tem nada! Trotzdem posto aqui). Continuar lendo

%d blogueiros gostam disto: